terça-feira, 29 de junho de 2010

Advogada de Manaus protesta contra personagem gay de Maurício de Souza.



"Não vou nem comentar os grosseiros erros de português (algo que desqualificaria qualquer um que se diga advogado), mas vou comentar alguns argumentos estúpidos apresentados ao longo do e-mail."

Maurício de Souza, pai da dentuça Mônica, Cebolinha, Magali, Cascão e tantos outros personagens infantis, acaba de arrumar uma encrenca: criou Caio, um personagem gay.

Revoltada, a advogada Ellen Rita Bernardino, de Manaus, mandou um e-mail para Maurício de Souza lavrando o seu protesto.

Leia abaixo o e-mail da advogada de Manaus:

Enviada em: terça-feira, 24 de novembro de 2009 16:22
Para: “instituto@institutomauriciodesousa.org.br”
Assunto: CAIO O PERSONAGEM GAY DAS REVISTAS EM QUADRINHOS DE MAURICIO DE SOUZA

Prezado sr. Mauricio de souza

Não posso me calar diante da noticia que li nos jornais locais nos últimos dias a respeito de sua nova criação, o personagem Caio.

Sobre isso tenho a dizer ao Sr. Mauricio o seguinte. Passei minha infância lendo e relendo as revistinhas em quadrinhos dos personagens da MONICA (a dentuça), CEBOLINHA (o que troca o R pelo L e tem cabelo espetado), O CASCÃO (que não gosta de tomar banho) O ANJINHO ( que resolve os probleminhas de infância dos amiguinhos) BIDU (o cachorrinho cabeludo) A TINA (a adolescente da turminha) A MAGALI (a garota comilona)…. enfim todos os personagens bem bolados e alguns até real criados pelo Sr. Mauricio.

Quando meus filhos, hoje com 7 anos e 9 anos de idade, Pedro e Luiza respectivamente, começaram a ler, a primeira revistinha que comprei foi a da Monica e do Cebolinha para incentivá-los a gostar de leitura, o que eles adoraram.

E agora o Sr. Mauricio cria um personagem GAY. O que passou pela sua cabeça? Será que porque a turminha cresceu o Sr. Achou por bem conviver com os absurdos da modernidade?. Sr. Mauricio, eu lhe pergunto, qual será a postura do Anjinho diante de Caio? O que o Sr. Quer ensinar para as crianças ? por acaso o Sr. Agora acha normal o homossexualismo somente porque a Mônica Cresceu e já tem definida a sua sexualidade?

"Como de praxe ela usa a religião para condenar os homossexuais, já que 90% das religiões pregam que isso é coisa do demônio. O detalhe é que nenhuma destas religiões consegue apresentar sequer um argumento válido que justifique porque o homossexualismo é ruim"

Sr. Mauricio Sr. Já parou para pensar que todas as crianças que não gostam muito de tomar banho são chamadas de cascão.

E que todas as que comem muito são carinhosamente chamadas de Magali.

E que todas que trocam o R pelo L nos mães chamamos de cebolinha.

Sr. Mauricio. E as crianças que se chamam Caio? Por acaso o senhor já se esqueceu como é o ambiente escolar??

Sou Mãe, tenho 41 anos de idade, advogada e hoteleira, presidente de uma instituição de turismo, vice presidente de um sindicato, conselheira do club de mães da escola dos meus filhos. Enfim , me acho uma formadora de opinião na cidade que moro, e fique certo Sr. Que a TODAS as mães que conheço e que tenho aproximação estão absolutamente chocadas com a sua nova criação. O que o Sr. Pretende é passar para as nossas crianças e adolescentes que ser Gay ou ser Bissexual e normal? Foi isso que o Sr. Aprendeu da sua Mãe e do seu Pai ? não sei se é verdade mas tivemos acesso a uma pesquisa que diz que as crianças são maioria na leitura de quadrinhos. O Sr. Mauricio nos seus quadrinhos de infância tinha um personagem gay ou bi?

"Tenho dó não apenas dos filhos dessa advogada, mas também daqueles que se deixam influenciar por suas opiniões. E que medo desta sociedade que ela descreve: dominada por mulheres preconceituosas que certamente farão o possível para que seus filhos sigam seus passos de intolerância."

O sr. Mauricio já parou para pensar que suas revistinhas podem viram uma ótima ferramenta na mão de aliciadores de crianças?

"Isto… prefiro nem comentar. É de uma imbecilidade tão colossal que me faz desconfiar não só da sanidade, mas do Q.I. mínimo para que uma pessoa seja considerada funcional."

Espero que o Sr. Reveja a sua criação, e pense que, a infância é a mais pura fase das nossas vidas, é a fase em que não nos preocupamos com nada e que as mães e pais somente passam pra nos o que há de mais belo e puro, acho completamente desnecessário as suas revistinhas irem de contra com o que nos mães e as nossas igrejas ensinam para as nossas crianças. Os ensinamentos deixados por Jesus, Maome , Buda, Alan Kardec, Dalai Lama e etc… nenhum deles deixou escrito essa normalidade em relação aos homossexuais e bissexuais.

Entenda Sr. Mauricio não estou sendo discriminativa, tenho amigos gays.

"Isso só pode ser piada. Ela diz ter amigos gays, mas acha horrenda a idéia de um personagem gay?! Que lógica no mínimo idiota".

Somente penso que a infância deve ser poupada do que é errado, é na infância que aprendemos os conceitos do que é certo e do que é errado. É na infância que nos mães incutimos a religiosidade na mente de nossos filhos, e na infância que tentamos colocar os filhos na estrada do bem e do certo, para que no futuro não sofram descriminação e não tenham que encarar um mundo diferente da maioria. Tenho Muito orgulho do seu trabalho como brasileira, e quero continuar tendo.

Essa Opinião descrita aqui não é somente minha, mas de todos os do meu meio , pais e mães, irmãos, tios e tias e amigos.

"Escrever “Opinião” com maiúscula não a torna mais legítima. E lamento por sua família."

Por favor Sr. Mauricio espero que reveja esse seu personagem e pense que o bem é a maioria ainda. E os que temem a Deus, seja ele qual for o seu, também são maioria. Portanto se o Sr. Não que ver desaparecer os seus personagens das bancas de revistas e dos lares do Brasil, mude a sua forma de pensar com relação a infância, pois DEUS existe e Lá de cima, seja qual for o nome de DEUS, ele esta vendo as ações de todos nos, inclusive as suas Sr. Mauricio.

"Finalizando seu texto como uma típica mafiosa, ela ameaça Maurício de Sousa e assume o papel de capanga divino. Que “exemplo” de brasileira."

Agradeço o seu tempo

Dra. Ellen Ritta Honorato.

http://www.cbnmanaus.com.br/ronaldotiradentes/?p=113.

Fonte: http://hryun.com/

domingo, 27 de junho de 2010

Amigo Inimigo.



“Destruindo tradições e comportamentos. Tomando de volta o que é seu por direito. A perfeita peneira que deixa o ouro escapar. Na roleta russa entre um bônus, ou uma demissão. Flagelando-se e aumentando as diferenças. Mas até quando? Servindo ao lixo, aumentando o lixo”.

O conflito entre empregados que tem como função a proteção da propriedade privada e seus companheiros de classe que lutam por uma igualdade social, realização dos desejos injetados pela sociedade capitalista ou apenas para saciar a carestia, consiste em uma grande contradição histórica, que a ética burguesa vem tentando disfarçar ao dizer que a verdadeira função de policiais e seguranças é conter a violência para que possamos viver em uma sociedade justa. Pois bem, enfie esta merda de justiça no seu próprio cu, senhor patrão hipócrita! Pois não a queremos e agora iremos tomar uma parte de seus lucros, ainda que mínima, para nós. Enquanto a classe trabalhadora estiver refém da classe proprietária e condicionada a pensar antes sempre em se vender por um mísero salário no Final do mês em troca da possibilidade de lutar para destituir a diferença de poderes na balança social, jamais se concretizará uma organização eficiente capaz de realizá-la.


Isso faz parte do split/fanzine Thrashit, das bandas Ternura(ES), XReverx(SE) e Cätärro(RN). A primeira parte é uma música e a segunda um texto, ambos da banda de vitoria, Ternura: http://www.myspace.com/ternura

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Ocupação do Cine São José em Campina Grande - PB



"O Cine São José foi um importante cine-teatro de Campina Grande e estava desativado há decádas, porém há um mês o Cinema foi ocupado por estudantes que buscam a reativação do prédio como um espaço de produção cultural. Há pouco mais de um mês diversas atividades vêm sendo realizadas no Cine São José."

por:. naruaideias.blogspot.com/2010/06/ocupacao-do-cine-sao-jose-em-campina.html

Ocupação de lugares públicos desativados é necessaria. Exija direitos. Exija que lugares como este não se degradem com o tempo, sendo apenas um espaço nulo. A falta de espaços para qualquer que seja a atividade se dá por esses motivos. É miseravel fechar as portas de ambientes que poderiam servir para muitos, por omissão de governo e população. Exija!

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Lista de empresas que NÃO testam em animais.



Você, mesmo sendo apenas vegetariano, evita produtos que são testados em animais? Quando vamos aos supermercados e precisamos comprar alguma coisa, quase nunca lembramos que produtos que não são alimenticios podem não ser 100% livre de tortura. Cosmeticos, materiais de limpeza e até medicamentos, podem ser testados em animais. Algumas empresas, tanto nacionais quanto internacionais, não testam seus produtos em animais e portanto são apropriadas, mesmo se voce for vegan ou não. Muitas empresas ainda fazem testes em animais, mesmo já sabendo os resultados.

Aqui vai uma lista de empresas nacionais e internacionais que pararam com essas atividades:

NACIONAIS

Abelha Rainha (cosméticos)
Marcas: Abelha Rainha

Adcos (cosméticos)
Marcas: Adcos

Afro Nature (cosméticos e tintura)
Marcas: Afro Nature, Keraseal, Nature Color, PHC, Semi di Lino, Top Fruit

Ag Fragrâncias (cosméticos)
Marcas: Ag

Água de Cheiro (cosméticos)
Marcas: Água de Cheiro

Akla (cosméticos)
Marcas: Pele Macia, Sliven

Allumé/Sunshine (cosméticos)
Marcas: Sunshine

All Vida (cosméticos)
Marcas: All Vida

Amend (cosméticos)
Marcas: Amend

Anaconda (cosméticos)
Marcas: Anaconda

Anantha (cosméticos)
Marcas: Anantha

Antídoto (cosméticos)
Marcas: Antídoto

Atelier do Banho (cosméticos)
Marcas: Atelier do Banho

Atol (produtos de limpeza)
Marcas: Atol

Avora (cosméticos)
Marcas: Avora

Bio Extratus (cosméticos)
Marcas: Bio Extratus

Bionatus (medicamentos e alimentos)
Marcas: Bionatus

Búfalo (produtos de limpeza)
Marcas: Búfalo, Jet, Bull, Pinho Jet, Soft

BuonaVita (cosméticos)
Marcas: Buonavita

Bonyplus (tintura)
Marcas: Beauty Color, Bio Shine, Bony Girls, Fructals, Power Colors

Cadiveu (cosméticos) new
Marcas: Cadiveu

Cassiopéia (cosmético, produto de limpeza e suco)
Marcas: Auxi, Bio Wash e Veraloe

Class (cosméticos e tintura)
Marcas: Bigen, Care Liss, Charming, Essenza e Lightner

Clorofitum (cosméticos)
Marcas: Clorofitum

Coferly (cosméticos e tintura)
Marcas: Santantonio, Soavi Capelli

Condor (higiene oral, vassouras, rodos, esponjas)
Marcas: Condor

Contém 1g (cosméticos)
Marcas: Contém 1g

Contente (higiene oral)
Marcas: Contente

Copra (alimentícia)
Marcas: Copra

Cosmética (higiene oral, cosmético)
Marcas: Cosmética

Cosinter (cosméticos)
Marcas: Red Aple, Maxi Belle, Maxi Trat

Davene (cosméticos)
Marcas: Davene, Sun Block

Driss (cosméticos)
Marcas: Driss, Empório Bothânico

Dr. Tozzi (cosméticos)
Marcas: Dr. Tozzi

Ecologie (cosméticos)
Marcas: Ecologie

Éh Cosméticos (cosméticos)
Marcas: Éh

Embelleze (cosméticos)
Marcas: Afro Hair, Amaci Hair, Fleury, Frizzy Hair, Hair Life, Hannaya, Henê, Idealist, Indian Hair, Lisa Hair, Maxton, Natucor, Novex, Selise, Sempre Bella, Stillus, Super Relax, Toin, Urban Hair, Yes Color, Young Hair

Essence de La Vie (cosméticos)
Marcas: Essence

Esthetic (cosméticos)
Marcas: Belladonna, Esthetic

Extrato da Amazônia/Natuphitus (cosméticos)
Marcas: Extrato da Amazônia

Extratophlora (cosméticos)
Marcas: Extratophlora

Farmaervas (cosméticos)
Marcas: Farmaervas, Celulan, Toltal Block, Tracta

Florestas (cosméticos)
Marcas: Florestas

Fri Dog (ração vegetariana para cães)
Marcas: Fri Dog

Gotas Verdes (cosméticos)
Marcas: Gotas Verdes

Granado (cosméticos, bebês, pets)
Marcas: Granado

Guabi (ração para cães e gatos)
Marcas: Biriba, Faro, Fiel, Herói, Natural, Sabor e Vida, Cat Meal, Top Cat, Limpi Cat

Impala (cosméticos)
Marcas: Impala

Koloss (cosméticos) new
Marcas: Kloss

Korai (cosméticos)
Marcas: Korai

Lavalma (cosméticos)
Marcas: Lavalma

L’aqua di Fiori (cosméticos)
Marcas: L’aqua di Fiori

Leite de Rosas (cosméticos)
Marcas: Leite de Rosas

Ludovig (depilação)
Marcas: Depilsam, Évora, Depi Linea

Mahogany (cosméticos)
Marcas: Amyr Klink, Mahogany, Lyoplant, Kevin Nickols

Master Line (cosméticos e tintura)
Marcas: Skala e Bell Soft

Max Love (cosméticos)
Marcas: Max Love

Nasha (cosméticos)
Marcas: Elke, Giovanna Baby, Phytoervas

Natura (cosméticos)
Marcas: Natura

Natustrato (cosméticos)
Marcas: Natustrato

Nazca (cosméticos e tintura)
Marcas: Acqua Kids, Maxi Color, Maxi Liss, Origem, Plusline, Ravor, Sphere

Niasi (cosméticos e tintura)
Marcas: Biocolor, Biorene, Risqué

O Boticário (cosméticos)
Marcas: O Boticário

OX (cosméticos)
Marcas: Ox

Prolev (suplementos, redução de peso, energizante)
Marcas: Guaraná, Levedura, New Diet, Sust´Up

Rahda (cosméticos, suplementos, higiene oral e pessoal)
Marcas: Rahda

Racco (cosméticos)
Marcas: Racco

Reserva Folio (cosméticos)
Marcas: Reserva Folio

Sabão Mauá (produtos de limpeza)
Marcas: Carícia, Fúria, Landa, Liptol, Mazal

Sensória (cosméticos)
Marcas: Sensória

Shizen (cosméticos)
Marcas: Lightner, Traty, Essenza, Charming

Surya Henna (cosméticos naturais e orgânicos)
Marcas: Surya Henna, Orgânica de Frutas, Amazônia Preciosa, Sapien

Terractiva (cosméticos)
Marcas: Terractiva

Unisoap (cosméticos)
Marcas: Francis

Valmari (cosméticos)
Marcas: Valmari

Vita-a (cosméticos e tintura)
Marcas: Fio & Ton, Guanidina, Keraflex, Nippon, Omega Plus, Texture, Vita-a

Vita Derm (cosméticos e tintura)
Marcas: Vita Derm

Yamá (cosméticos e tintura)
Marcas: Depil Mist, Fragê, Yamá, Yamafix, Yamasterol

Ypê (produtos de limpeza)
Marcas: Holos, Ypê, Tixan

Weleda do Brasil (cosméticos)
Marcas: Weleda

INTERNACIONAIS

Abercrombie & Fitch (roupas e acessórios)
Marcas: Abercrombie

Ahava (cosméticos)
Marcas: Ahava

American Safety Razor (Aparelhos de Barbear e Depilar)
Marcas: Carrefour

Amitée (cosméticos)
Marcas: Amitée, CitréShine, ClearLogix, HerbalLogix, SilverBrights, ThickerFuller
Hair, ZeroFrizz

Amway (suple. vitamínicos, cosméticos, produtos de limpeza) – compra pelo site
Marcas: Anticipate, Artistray, Body Series, Defiance, Glister, Occasion, Wiser, Nutrilite

Avalon Natural Products (cosméticos)
Marcas: Alba Botânica, Alba Hawaiian, Avalon, Sanoma, Tisserand, Un-Petroleun

Avon (cosméticos)
Marcas: Avon

Carlson Laboratories (vitaminas)
Marcas: Carlson

Chanel (perfumes, roupas, jóias, cosméticos)
Marcas: Chanel

Clarins of Paris (cosméticos)
Marcas: Clarins of Paris

Clinique Labs (cosméticos)
Marcas: Clinique

Ecover (produtos de limpeza)
Marcas: Ecover

Estée Lauder (cosméticos)
Marcas: Clinique, Donna Karan Beaty, Estée Lauder, Jane, Origins

Herbalife (suplementos, vitaminas, controladores de peso, cosméticos)
Marcas: Herbalife

L’anza (cosméticos)
Marcas: L’anza

Lush (cosméticos)
Marcas: Lush

M.A.C (cosméticos)
Marcas: M.A.C

Norelco (barbeadores)
Marcas: Norelco

Payot (cosméticos)
Marcas: Payot

Revlon (cosméticos)
Marcas: Aquamarine, Charlie, Colorsilk, Colorstay, Eterna 27, Flex, Fire & Ice, New Complexion

St. Ives (cosméticos)
Marcas: St. Ives

The Body Shop (cosméticos)
Marcas: The Body Shop

Victoria Secrets (cosméticos)
Marcas: Victoria Secrets

Muitos sites atualizam sempre suas paginas com novas listas, ou novas empresas. Pesquise e evite produtos que são testados em animais. Pela liberdade humana, animal e da terra.

sábado, 19 de junho de 2010

Culinaria Vegana.

Periodo festivo de Copa do mundo. Isso sempre remete, as pessoas que gostam de beber, a uma boa cerveja gelada com algum bom aperitivo. Quase sempre churrasco ou feijoada são as pedidas. Bem, isso não é de todo mal, dependendo dos ingredientes que você utilizar nesses pratos. Ingredientes de origem animal, para alguns, não são bem vindos. Dai você me pergunta: Mas, como assim? churrasco sem carne? feijoada sem um porquinho? Se você tem um amigo, ou você mesmo é vegetariano, aqui vão duas otimas alternativas para agradar o paladar e a consciencia.

CHURRASCO VEGANO OU SOJASCO.



Ingredientes:

500 gramas de PTS clara ou escura
1 cebola grande picadinha
1 colher de alho picado
10 colheres (sopa) de vinagre
3 sachês de caldo de legumes em pó
4 colheres (sopa) de azeite
3 colheres (sopa) de orégano
Sal a gosto

Opcionais para acrescentar no espetinho:
1 pimentão vermelho cortado um pouco maior que a PTS
1 pimentão verde cortado um pouco maior que a PTS
Cebola cortada
150 g de azeitona sem caroço
150 g de champignon inteiro
1 lata de salsicha vegetal

Preparo

1° Passo
Em um recipiente grande, coloque a PTS e acrescente água fervente (aproximadamente 1 litro). Em seguida, acrescente 5 colheres (sopa) de vinagre, 1 sachê ou tablete de caldo de legumes e misture por uns 10 minutos, que é o tempo de hidratar a PTS. Feito isso, elimine o excesso do líquido, deixando mais ou menos 2 dedos.

2° Passo
Adicione os demais ingredientes: a cebola, o alho, o restante do vinagre, 2 sachês ou tabletes de caldo de legumes, o azeite, o orégano e sal a gosto. Vale experimentar a PTS para saber se o teor de sal está bom ou não. Depois de bem misturado, cubra o recipiente, leve-o a geladeira e deixe descansar por pelo menos 24 horas. Antes de montar os espetinhos misture mais uma vez, para que a PTS absorva bem o tempero.

3º Passo
Monte os espetinhos intercalando a PTS e os opcionais sugeridos acima ou outros de sua preferência. Asse em churrasqueira ou grelha elétrica.

Rendimento: Receita para 4 ou 5 pessoas

Fonte: Receitas Vegetarianas, receita de Daniel Coelho.

Retirado do blog: http://cantinhovegetariano.blogspot.com/

FEIJOADA VEGANA.



Para a Feijoada

½ kg de feijão preto
1 berinjela pequena
3 dentes de alho
1 cebola média
4 colheres de sopa de óleo
300 g de salsicha vegetal picada em pedaços
300 g de bife vegetal picado em pedaços médios
100 g de tofu defumado ralado

Modo de Preparo:

Deixe o feijão de molho por no mínimo 6 horas e cozinhe na panela de pressão. Descasque a berinjela, tirando fatias bem grossas das laterais e corte as fatias ao meio no sentido do comprimento. Doure o alho, junte a cebola e a berinjela. Mexa bem e adicione a salsicha e a carne vegetal. Misture bem e adicione o feijão. Tempere com sal e deixe ferver mexendo para não grudar no fundo. Adicione o tofu no final.

Molho:

Bata no liquidificador 2 colheres de sopa de cebola, 1 dente de alho, 1 xícara do caldo da feijoada já pronta, 1 colher de sopa de molho de pimenta, suco de 1 limão e ½ maço de folhas de coentro. Sirva com farofa de legumes, arroz, couve ao alho e óleo e fatias de laranja.

Outras opções:
Não coloquei salsicha.
Coloquei pedaços de glutadela.
Não descasquei a berinjela.
Não fiz o molho.
Mas ficou uma delicia!!

Para a farofa:

Glutadela em cubinhos
tofu defumado em cubinhos
cebola
alho
salsinha
1 colher de óleo
1 colher de creme vegetal (Becel)
farinha de mandioca
sal
(A quantidade dos ingredientes varia conforme seu gosto)

Modo de Preparo:
Doure todos os ingredientes, menos a salsinha e a farinha, no óleo e no creme vegetal
Adicione a farinha até ficar com uma textura que lhe agrade (mais sequinha ou mais molhadinha)

Para a couve:
Não tem segredo, corte-a em tiras finas, refoga-a com alho, óleo e cebola em cubinhos.

Receita retirada do blog: http://vegchica.blogspot.com/

Dica:

Se a feijoada ficar muito grossa e isso não for do seu agrado, experimente e acrescente água com um pouco de sal, ou não.


Bom apetite.
GO VEG!

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Semana Internacional pela Libertação Animal, Humana e da Terra.



Nesta semana, começando de hoje - 14 de junho de 2010 - inicia-se a Semana Internacional pela Libertação Animal. Varias atividades serão colocadas em pratica, como protestos contra o escravismo que a maioria de nós humanos, submetemos aos animais. Grupos de ativistas, coletivos, entre outros, se mobilizam na tentativa de conscientizar mais e mais pessoas de que o vegetarianismo/veganismo e os direitos dos animais são coisas serias e que precisam ser adotadas como estilo de vida. A libertação humana, passa obrigatoriamente pela libertação animal e da terra. Incentivamos e apoiamos essa semana, mas que as ações não se restrinjam a dias e sim o ano inteiro e os anos que virão, tambem.

Nós do coletivo Chuva Negra, estaremos organizando o Picnic Intervenção, no sábado, dia 19 de junho de 2010, na praia de Ponta Negra, mais precisamente no começo do calçadão, na frente do Guarana&Cia.



O Picnic pode ser definido como uma tarde prazerosa na compania de amigos, onde comidas são servidas ao ar livre, no qual, cada um contribui com um prato a seu gosto, lembrando sempre que as comidas não podem conter ingredientes de origem animal.

A proposta do Picnic Intervenção é utilizar desta atividade social pacífica como um protesto político, uma própria intervenção no meio urbano, funcionando como uma ocupação temporária de um determinado espaço público, com o objetivo de abrir questionamentos sobre a utilização dos espaços. Isto sendo uma “tática sócio-política” de criação de espaços autônomos temporários que elude as estruturas formais de controle; um espaço não-hierárquico de relação social, criado a partir da libertação da subjetividade de controle que nos foram imposta.

O Picnic funciona como uma especie de 'RANGÃO'. Ou seja, cada pessoa leva seu rango pra compartilhar, exatamente como no 'Rangão' que aconteciam, aqui em Natal, a algum tempo atras.

EVITE IR DE CARRO. VÁ DE BICICLETA, ONIBUS, SKATE, PATINS, CARRINHO DE ROLIMÃ...

Subvercine #6- Cinema, Debate e Vegetarianismo.



COLETIVO CHUVA NEGRA APRESENTA:

* SUBVERCINE *

filme + jantar vegetariano

Dando prosseguimento as ações do coletivo, apresentamos a 5ª edição do subvercine, que tem como objetivo levantar a discussão para questões relevantes para a sociedade, através da linguagem do cinema, e também a difusão do vegetarianismo como uma prática que busca uma alimentação e produção sustentável e tem como filosofia o respeito entre os seres.

- filme? Machuca
- quando? 17.06 - quinta-feira - pontualmente às 19hs
- quanto? R$ 5, 00
- onde? miniauditorio do ifrn - antigo cefet

Sinópse do filme:
Chile, 1973. Gonzalo Infante (Matías Quer) é um garoto que estuda no Colégio Saint Patrick, o mais conceituado de Santiago. Gonzalo é de uma família de classe alta, morando em um bairro na área nobre da cidade com seus pais e sua irmã. O padre McEnroe (Ernesto Malbran), o diretor do colégio, inspirado no governo de Salvador Allende decide implementar uma política que faça com que alunos pobres também estudem no Saint Patrick. Um deles é Pedro Machuca (Ariel Mateluna) que, assim como os demais, fica deslocado em meio aos antigos alunos da escola. Provocado, Pedro é seguro por trás e um deles manda que Gonzalo o bata, que se recusa a fazer isto e ainda o ajuda a fugir. A partir de então nasce uma amizade entre os dois garotos, apesar do abismo de classe existente entre eles.

EVITE DESCARTÁVEIS! SE POSSÍVEL TRAGA PRATO, TALHER E COPO!

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Cartão de Visitas

video

"Hei, o seu coração é um músculo do tamanho de um punho.

...mas a ditadura autoritária do ódio - continua a fazer tantas vitimas sexuais, que tudo que eu posso fazer por nós dois é me libertar.

…É, será que eu posso só te dar - meu cartão de visita?!

…É que o amor ao mesmo tempo que nutre, deixa-nos fracos, agonizantes e cansados. É que o amor é um movimento de dar e receber num caminho de duas vias, um movimento de contração e dilatação, fluxo e refluxo.

O grande problema entre os amantes é quando há discrepância entre um movimento e outro. Se dou demais e não recebo, torno-me seco, triste e me canso. Se recebo demais e não dou nada, me torno um filho-da-puta inchado e egoísta. E no final de contas os amantes sempre apontam o dedo na cara uns dos outros, exigindo igualdade entre aquilo que dão e aquilo que querem receber.

Eu não quero saber de nada disso.
Eu quero todas as vias possíveis.

Me doar sem esperar que ninguém me responda da mesma forma, receber sem que ninguém exija de mim uma reação com a mesma força da sua ação. Eu quero é enfiar a cabeça e confundir aquilo que eu faço com aquilo que me é feito, sem distinção. Eu quero é amor e afirmação, e não o ego que espera pra poder agir. Se ninguém me escreve, eu cá estou me afirmando e me derramando ainda que outras pessoas estejam dormindo, ou trepando, ou na estação de metrô com a cabeça na lua.

Pra mim bastam as aberturas: o conteúdo e a forma de amar é a gente que determina. Eu quero é a paixão que me permite o extravasamento da mesma forma que o recolhimento, sem que isso signifique uma diferença na intensidade.

Eu quero é poder me calar e explorar outras formas além do verbo sem que isso signifique falta de diálogo. Eu quero é poder tirar a roupa e pisar em cima de raiva e desespero, sem me envergonhar da minha insensatez e insanidade. Eu quero é jogar na fogueira toda norma, toda teoria estéril e viver aos braços alheios. Jogado! A máxima consciência do outro, sair de mim e pairar leve no espaço que comporta todos os meus amores, eu que me apaixono todos os dias, pelos mesmos, pelos outros.

Não exigir nada de ninguém. Quero é comer as vírgulas e escrever e falar como as coisas me aparecem sem filtro sem máscaras sem medo. Se digo,”serei fiel a você”, estou demarcando um espaço silencioso além do alcance de outros desejos. Porque ninguém pode legislar o amor, ele não pode receber ordens ou ser intimado para o serviço.

O amor pertence a si mesmo, surdo a suplícios e imóvel à violência. E não algo que você possa negociar. É que o amor deveria ser uma carta de alforria ao invés de mais um contrato que nos costura exclusivamente ao outro e ao mundo do outro. Estamos amarrados um ao outro numa linha que criamos e não numa linha gasta e falida que a convenção nos concedeu, e isso é tão maior, porque além de amar a pessoa amada, amo também o amor. De que adianta amar um outro, se odeio, se detesto a forma com que o nosso amor é conduzido e enquadrado?

Quero viver dias onde eu me sinta tão pleno e tão completo eternizando dentro da minha cabeça todos os instantes, todos os ângulos que meus amores e a minha visão me permitirem. E que cada noite, ainda que mortos de sono ou de tesão, ainda que em movimentos bruscos ou na calmaria dos corpos e mentes já cansados, cada noite dessas eu me derreta pra depois me recolher maior, mais vivo e mais forte, mesmo sem demonstrar, mesmo sem ser percebido.

E saindo de casa com as olheiras fundas e um sorriso incontrolável no rosto. Na minha cabeça as velhinhas na rua com seus poodles e os comerciantes abrindo suas lojas se sentirão agredidos pelo meu transbordante sentimento cheirando e irradiando a violência que acompanha toda paixão. Violência no sentido mais elementar do termo, de não sair ileso, de estar pra sempre marcado, de ter sido fortemente violado. Ir andando com o sangue correndo apressado pelas minhas veias, meu coração se contraindo e dilatando numa velocidade nova e imensa. Daí as vontades de dar voltas correndo pelo quarteirão, igualar a velocidade do meu corpo com a
velocidade que corre aqui dentro de mim. O que vai ser agora?

Eu não sou daqueles que tem respostas prontas, tão objetivas assim, mas procuro uma intensidade que só é suprida quando puder pensar sem medo que “mañana es otro día”, sem todo aquele peso de responsabilidade esmagando nossas cabeças e nossas possibilidades. Ainda temos tanto… sinto que existem incontáveis potências a serem convertidas em atos, e a chama que eu tanto preciso pra me manter aquecido até que alcance o desejado estado de fervura. O estado radical da fervura, que se estende à todas as esferas da vida, desde a violência de uma mordida no pescoço, até o ódio ativo e construtivo à esse mundo insano e arruinado.

É que me sinto vivo de verdade quando posso desejar sem limites.
E sentir-se vivo de verdade é o passo crucial ainda que não se saiba o caminho…

A partir daqui e até o infinito possível..."



Coletivo Você Tem Que Desistir

http://vocetemquedesistir.noblogs.org/

quinta-feira, 10 de junho de 2010

10 táticas para transformar informação em ação.



Se você é um ativista e quer se utilizar das possibilidades vindas da internet e dos equipamentos digitais baratos, aqui vão 10 táticas para o infoativismo.

As novas tecnologias estão enfrentando o monopólio da mídia tradicional (TV, Rádio e Jornais). Aqui vai um manual de como atuar como difusor de informação.
Ativismo, cooperação, criatividade, participação, engajamento, interação, mobilização, acessibilidade são algumas das características do infoativismo, que é a transformação da informação em ação. Ela utiliza-se das novas tecnologias que dão possibilidade a grande parte da população aceder à informação de uma maneira positiva.
A informação pode ser fundamental para as mudanças necessárias para a sociedade. Se a mídia tradicional não pode fazer o papel social, o infoativismo pode.
(Comentários: Docverdade)




(Reino Unido, 2009, 55 min - Direção: Tactical Technology Collective http://www.tacticaltech.org)

Assista Agora no DotSub com as legendas pt-br (Mas tem que se inscrever)

ou

Torrent (Video em formalo flv*) - Legendas pt-br (separadas)

Agradecimentos ao Marcão pela sugestão.
(*) Rodar em media-players como o GomMedia ou VLC


Fonte: http://docverdade.blogspot.com/

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Novas regras mantêm proibição de gays doarem sangue.

Apesar de protestos de ativistas, os homossexuais devem continuar proibidos de doar sangue no Brasil. As novas regras sobre o assunto, que foram propostas nesta quarta-feira (2) pelo Ministério da Saúde, continuam vetando a participação de homens que tenham feito sexo com outros homens nos 12 meses anteriores à doação, mesmo que eles usem camisinha.


Especialistas dizem que proibição à doação de sangue por
homossexuais ainda é necessária, mas ativistas protestam


O ministério publicou no Diário Oficial da União uma proposta sobre as regras de doação de sangue, que agora entra em consulta pública por 60 dias, para que a sociedade dê sugestões sobre o tema. O governo vai receber sugestões e alterações da comunidade científica e outras organizações, mas a última palavra sobre o assunto ficará mesmo com a administração federal.

De acordo com o texto, deve ser considerado inapto temporário para a doação o "homem que tenha tido relação sexual, oral ou anal, ativo ou passivo, com outro homem", independentemente da orientação sexual. Também não podem doar sangue as mulheres que tenham feito sexo com esses homens. A resolução anterior, feita pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) em junho de 2004, continha a mesma proibição, mas não detalhava o tipo de relação (oral, anal, passiva ou ativa).

Em geral, as relações de sexo anal, também praticadas por heterossexuais, apresentam mais riscos de transmissão de HIV, em razão de o tecido da área ser mais sensível do que o da vagina.

A justificativa da Anvisa para limitar especificamente esse público são estudos que indicam que a prevalência do HIV é maior entre os gays, apesar de o contágio do HIV estar equilibrado entre heterossexuais e homossexuais. A agência reguladora diz que "todos os trabalhos" apontam que esse tipo de proibição ainda é necessária.

– A prática sexual entre homens que fazem sexo com outros homens está associada a um risco acrescido de contaminação pelo HIV. Por isso, a exclusão desses [homens] na doação de sangue essa é uma medida que certamente contribui na proteção dos receptores de transfusão de sangue, ao diminuir o risco de transmissão do HIV.

Médico diz que limitação dá segurança para o receptor

Sérgio Barroca Mesiano, presidente do Congresso Brasileiro de Hematologia e Hemoterapia, diz que esse tipo de restrição ainda é necessária e que é preciso fazer mais estudos para que uma eventual liberação seja feita de modo segura. O hematologista diz que os testes a que são submetidas as amostras de sangue não são 100% seguros, por isso é necessário restringir o público doador.

– Essa limitação está fundamentada em trabalhos científicos, mesmo recentes, feitos em países da Europa e dos Estados Unidos. Ainda se considera que há um risco aumentado nesse grupo de pessoas. Não se trata de uma atitude discriminatória, já que outros grupos, como usuários de drogas, por exemplo, também não podem doar. O objetivo é justamente preservar quem vai receber a doação.

Mesiano reconhece que grande parte dos gays adotam práticas de sexo seguro, com o uso de preservativo, e têm um número limitado de parceiros. Entretanto, para ele, uma entrevista de cinco a dez minutos realizada antes da doação não é suficiente para indicar esse tipo de diferença. Para proteger o receptor do sangue e o profissional de saúde responsável pela coleta, é necessário fazer a proibição total.

Segundo o médico Francisco Hideo Aoki, professor de Infectologia da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), para avaliar se esse grupo está mais exposto à infecção pelo vírus da Aids, seria preciso analisar como são os relacionamentos, ou seja, se o indivíduo é ativo ou passivo na relação e se ele usa ou não o preservativo.

Aoki afirma que “idealmente” faz sentido manter as restrições aos grupos de risco, pois, como as informações sobre os possíveis doadores são reunidas por depoimentos, há o risco de esses dados serem falsos. No entanto, o infectologista da Unicamp afirma que essas proibições não devem se limitar a esse grupo.

– Isto vale para qualquer tipo de relacionamento sexual, incluindo o heterossexual exclusivo. [Os indivíduos devem ser] desestimulados a serem doadores de sangue na medida em que tenham comportamentos de risco, com relacionamentos sexuais desprotegidos.

Ativistas dizem que restrição é injusta

Entretanto, para José Carlos Veloso, vice-presidente do Gapa-SP (Grupo de Apoio à Prevenção à Aids), se a Anvisa tiver um controle rigoroso do sangue doado, não é necessário restringir os homossexuais nem aqueles que tenham tatuagens ou mais de um parceiro.

– A Anvisa diz que tem controle sobre o sangue, então não faz sentido restringir, porque isso só reforça o preconceito sobre essas pessoas. Tem muito homossexual que não é soropositivo, que pratica a fidelidade e que usa preservativo. Não é nivelando por baixo que se resolve essa questão.

Rodrigo Pinheiro, presidente do Fórum de Ong/Aids do Estado de São Paulo, diz que a restrição deveria ser retirada, pois ela “estigmatiza muito mais essa população”.

– Temos que trabalhar com a inclusão e não com a exclusão. Isso com certeza é uma forma de preconceito e não pode estar contextualizada dessa forma, pois hoje a Aids está em todas as camadas sociais e não apenas nesse grupo.

Mario Angelo Silva, coordenador do Polo de Prevenção de DST/Aids da Universidade de Brasília, também é contra a proibição. Ele aponta que, em vez de eliminar esse grupo, o governo deveria investir em testes mais seguros para a doação de sangue. O momento da doação, diz ele, poderia inclusive servir para que os doadores recebessem aconselhamento sobre práticas sexuais seguras e prevenção à Aids.

sexta-feira, 4 de junho de 2010

Escolhas e respeito: porque andam separados?


Pessoas com escolhas diferentes das demais passam por provas diárias e isso não é nada fácil, ao menos no que se diz respeito à paciência. O teísmo, infelizmente, é cultural demais. As pessoas se acham no direito de mencionar o nome de seus deuses a todo minuto por achar que todos são de opinião e escolha igual. Termos como "Meu deus do céu", "Nossa senhora.", "Jesus te ama", entre outros, são proferidos sem que se haja respeito praticamente em todos os momentos – mesmo que sejam vícios de linguagem.

O Ateísmo choca. Por quê? Sua mãe, sua avó, enfim, seus antepassados, foram criados com essa concepção de vida e imaginam que assim tem que ser. Mas por quê? Por simples questão de comodismo. Como assim comodismo? Vou tentar ser objetivo. Por não imaginarem e muito menos se esforçarem em pensar que nem todo mundo goza dos mesmos desejos, sensações, razões e escolhas que eles. Dai você pode me dizer que não é questão de escolha, se é cultural e hereditário. E eu respondo: Tudo que somos enquanto não temos consciência política, não é nosso. Somos forjados a crer, comer, dormir, agir e pensar como querem que façamos.

No Brasil, principalmente nas menores cidades, o numero de igrejas que existem é inegavelmente exagerado - mesmo que por algum tipo de necessidade. De todos os tipos, todas as crenças. Mas elas estão lá e querem que você faça parte daquilo de qualquer maneira, quase te engolindo enquanto você 'dorme'. É extremamente comum presenciar cultos ou missas, que atravessam os portões da igreja para serem realizadas na rua, com seus microfones altíssimos. Eles já pararam para pensar que existem pessoas que não querem e não precisam ouvir coisas do tipo? Se saíssemos à rua pregando a não existência de um deus, com nossos microfones e ideologias, o que aconteceria? Quem nunca recebeu panfletos contendo assuntos bíblicos, sobre a salvação e blábláblá, sempre procurando mais almas? Se o contrario fosse colocado em pratica? Se fossem entregues panfletos com dizeres, "Deus está morto", "Não existe um deus"?

O comportamento religioso, seja qual for a denominação, é egoísta e isso é visto diariamente. Não gostaria de generalizar, mas mesmo os que dizem respeitar pessoas que não crêem, no fundo acham que vamos queimar no inferno, ou coisa parecida, quando eles mesmos, inconscientemente, sabem que se apegam a coisas que não conseguem ver, pelo que lhes foi prometido: O Depois. Sentem medo do que possa acontecer quando morrerem e é exatamente isso que uma vida religiosa regrada promete. O juízo final. Quem será o juiz? Fato é que, todos têm direito absoluto de acreditar no que lhes é conveniente e defender isso com fé ou não, desde que isso não afete quem lhes for próximo, o que não acontece.

A palavra-chave é respeito. Respeito não só em relação a crenças religiosas e sim em relação a tudo que se diz respeito a vida. Pode-se viver em harmonia, respeitando o que deve ser respeitado e deixando que as escolhas sejam unicamente individuais.